©2018 by Foconopet

Ser mãe...

Atualizado: 11 de Mai de 2019





Ser mãe é não ter palavras para mensurar o valor de um olhar, é não poder traduzir o calor de um afago, é sentir em um toque, o coração acomodar-se em um berço de candura.

Nesse sentido, ser mãe é não conhecer palavras ainda criadas pelos humanos capazes de explicar tal sentimento. Eu amo e ponto!!

Amor se vive, amor se exala, amor se sente, amor se reconhece, amor é um ronronar do coração, é espanar a pequenez e, dessa forma, crescer no "Outro" o valor de qualquer ser.

Portanto, amor de mãe de bicho vaza, transborda as pessoas, para o mundo, para tudo e para todos.

Quando qualquer animal sofre, pois para mim são filhos, eu sangro, me dói e me arde a alma. E esse amor só foi possível porque um dia, sem querer, o universo me entregou o meu caminho, o qual me mostrou que as feridas são sementes, e a minha semente tem nome e sobrenome: TETÊ MICHELS (Themis, a Deusa da justiça), que me ensinou que são pelas feridas que a luz entra!


Em homenagem às minhas filhas: Tetê, Gegê (cão, galinha).


Em agradecimento a Priscila Lopes e sua filha canina Judith.

173 visualizações